abril 08, 2007

Respira a plenitude do ar que a rodeia enquanto caminha, devagar, naquela madrugada fria de Abril. Da comunhão com a Natureza nascem assim laços fortes consigo mesma e não pára, não pára nunca, passo após passo, sem destino traçado no caminho e na Vida. O pensamento vai sossegando, substituindo as negras sombras pelo azul do céu e o verde das tenras plantas que brotam, ainda jovens ocupa-lhe plenamente os sentidos.
E segue, segue o estreito trilho que vislumbra ( no caminho ou na Vida?) sem olhar para trás. Por muito íngreme seja o caminho que a espera , aquele que já percorreu não pode ser trilhado duas vezes...

15 Comentários:

Blogger eduardo augusto disse...

a arvore qual arvore da vida lembra o renascer ,e como estamos na epoca em que todas as esperancas renascem : primavera , pascoa .
votos de uma boa pascoa

4:11 da tarde  
Blogger Som do Silêncio disse...

Olá!

Vim aqui "ver-te"...ler-te...e deixar um beijito!

8:37 da tarde  
Blogger Daniel Aladiah disse...

Verdade! Mas um caminho íngreme pode não ser um mau caminho...
Um beijo
Daniel

5:12 da tarde  
Blogger Fernando Manuel Oliveira Pinto disse...

Gostei muito deste "post". Parabéns!

Cumprimentos,

FMOP

2:10 da manhã  
Blogger rui-son disse...

Não importa como se apresenta o caminho que temos pela frente, mas sim como nós nos apresentamos face ao a ele. A vida é cheia de desafios, e temos de ter sempre força para enfrenta-los.

Gostei muito do teu texto. Também as tuas palavras conseguem estabelecer laços fortes, com quem os lê.

9:37 da tarde  
Blogger sonhadora disse...

de cor, de palavras e de sonhos se faz a vida. Colhe lírios, abraça borboletas, respira Maio e degusta a liberdade.


S._________________________







Beijinhos embrulhados em abraços

9:27 da tarde  
Blogger Gracinha disse...

Foi gratificante passar por cá...Muito profundo este teu post.

Beijinho*

3:28 da tarde  
Blogger Menina_marota disse...

"...Da comunhão com a Natureza nascem assim laços fortes consigo mesma e não pára, não pára nunca, passo após passo, sem destino traçado no caminho e na Vida."

Gostei tanto de te ler!
Há muito que aqui não vinha, "castigo-me" por isso...

Beijinhos e boa semana ;)

1:21 da tarde  
Blogger Som do Silêncio disse...

Olha lá ó Gaja!!!

Não achas que já te andas a baldar muito, não????
Ai o caraças!!!!
Ao menos faz um post a dizer que tás bem ó caramela dum raio!!!

(tenho saudades de te ler, e já sabes que quando me enervo fico neste estado!!!)

Beijoooooo

8:51 da tarde  
Blogger SAM disse...

Depois de tantas vezes visitar o blog, finalmente parei uns instantes para linká-lo.
:-)

11:21 da tarde  
Blogger Mãos de Veludo disse...

lindo... simplesmente lindo...

10:26 da tarde  
Blogger lamia disse...

O teu texto traz-me à memória um dos mais importantes e decisivos encontros comigo mesma, também em comunhão com a Natureza, embora de outros contrastes e tonalidades. Há pequenos momentos que nos marcam para a vida.

1:18 da tarde  
Blogger a saborear disse...

Desculpa, não tenho andado muito por cá... não tem sido possível, mas deixo aqui um convite...

Esta nossa nobre tradição das vindimas mantém-se.
O Cortejo, inspirado no tema "História, Vinhos e Tradições de Palmela", a Eleição da Rainha, a Pisa da Uva e a Benção do 1º Mosto, são os pontos altos desta festa.

Mas temos outros pontos altos.
Há muitos produtos gastronómicos que fazem as delícias dos visitantes, fogaças, sopa caramela, pão, queijo e claro, há muito bom vinho tinto, branco e moscatel para provar...

Venham à festa.

12:15 da tarde  
Blogger Dialógico disse...

Para quando novas publicações?

Luís

9:07 da tarde  
Blogger rapunzel disse...

gosto do que escreves :)

porque não continuas?? :)

4:16 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial